Novo salário-mínimo entra em vigor neste sábado (01)

28 fevereiro 09:41 2008

Com aumento de 8,5%, passa a valer R$ 412. O avanço é resultado da organização e luta dos trabalhadores


O novo salário-mínimo vale a partir de sábado, 1º de março. Vai passar de R$ 380 para R$ 412. O aumento, em torno de 8,5%, foi definido com base no crescimento da economia de 2006 e na inflação dos últimos 12 meses.


Vale ressaltar que a ação do movimento sindical, através das marchas anuais que organizou e dos processos de negociação que se seguiram, permitiu que o salário mínimo tivesse um reajuste real acumulado de 30,11% entre 2004 e 2007 – o mais alto das duas últimas décadas e bastante superior ao que estabeleciam as previsões orçamentárias oficiais e ao que defendia a equipe econômica do governo federal. Um avanço produzido pela organização dos trabalhadores.


A política de valorização do salário mínimo segue até 2011, quando está prevista a revisão do acordo através de novo processo de negociação.


‘Para a CUT, o acordo significa um importante passo para reverter o achatamento brutal do salário mínimo nos anos 1990 e início dos anos 2000, e um dos importantes fatores do fortalecimento recente do mercado interno. Os reajustes incidem sobre os ganhos de aproximadamente 18 milhões de assalariados e de 17 milhões de aposentados e pensionistas. E fazem parte da luta pelo salário mínimo necessário estimado pelo Dieese, de R$ 1.924,59, que devemos continuar perseguindo’, diz Artur Henrique, presidente nacional da CUT.


O salário-mínimo é muito importante para a Previdência, porque é usado para corrigir os benefícios de mais de 13 milhões de aposentados e pensionistas.

  Categorias: