CPFL: dois acidentes em cinco dias

12 março 17:18 2008

Além de descumprir o ACT que obriga a empresa a informar o Sindicato dos acidentes graves, companhia desrespeita a NR 10 (eletricista isolado)


Um eletricista, foi acometido de um acidente de trabalho quando realizava sozinho a inspeção de medidores em uma industria. Na cidade de Ribeirão Preto no dia 10/03/08, justamente no dia em que se estava concluindo a fiscalização dos Auditores Fiscais do DRT, acompanhados pelo Sinergia CUT.


A empresa pode alegar o que for para jogar a responsabilidade nas costas do trabalhador, mas na verdade o que realmente ocorreu foi colocar em risco a vida do trabalhador, por mais uma vez não se cumprir a legislação brasileira. O trabalhador, segundo informação está com muitas queimaduras. A CPFL não informou o acidente ao Sindicato.


O outro acidente ocorreu em São Carlos, onde o trabalhador eletricista é obrigado, mesmo na madrugada com chuva, a trocar lâmpadas queimadas para cumprir as metas da empresa. Essa intransigência contra a vida dos trabalhadores quase resultou em mais uma morte no setor elétrico.


O trabalhador subiu em um poste para trocar a lâmpada na madrugada do dia 06/03, se posicionou com uma mão no mensageiro da telefônica e outra mão no braço de IP. O eletricista  levou um choque e ficou grudado. Quando o colega embaixo balançou a escada, o eletricista que recebeu a descarga caiu do alto do poste. Não temos notícias da saúde do trabalhador, a empresa também não comunicou este acidente ao Sindicato e somente o relatório de análise de acidente irá dar as conclusões.

  Categorias: