Acidente mata trabalhador da Eletro 3 em Franca

24 março 16:07 2008


Mais um eletricista morreu trabalhando na última terça-feira (28): Manoel Tinoco do Nascimento, 37 anos, foi esmagado pelo poste de madeira que retirava para ser substituído por um novo, de concreto, em Santa Rosa do Viterbo, cidade a 112 km de Franca. Seu companheiro de trabalho, Alcebiades Francisco de Melo, 35 anos, sofreu ferimentos leves.


Morador de Franca, Nascimento era contratado da Eletro 3, empreiteira da CPFL que tem sede em Ribeirão Preto e filial em Franca, onde morava. Seguiu para a cidade vizinha com a equipe encarregada pela substituição de postes no bairro Nosso Teto.


Segundo policiais, testemunhas do acidente contaram que o eletricista estava em cima do poste – que tem cerca de 10 metros e 600 quilos – retirando os fios de alta tensão ao mesmo tempo em que colocava as amarras para sustentação. Não teria havido tempo suficiente para fixar a sustentação do poste antes do último cabo ser desligado. Assim, solto, o poste caiu sobre o trabalhador, que morreu na hora.


Segundo a imprensa local, a Polícia Científica fará uma perícia para apontar as causas do acidente e os responsáveis poderão responder criminalmente. A CPFL Paulista montou um Grupo de Investigação de Acidentes também para apurar os motivos e responsabilizar os culpados por mais essa morte em acidente de trabalho. A primeira reunião está marcada para a manha desta quinta-feira (30). O Sinergia CUT acompanhará a investigação de perto. Aguarde informações.

  Categorias: