CUT responde editorial da Folha

07 abril 09:34 2008

Na edição da última sexta-feira, a Folha de São Paulo publicou artigo sobre a sanção do PL 1990/07. O presidente da CUT, Artur Henrique, enviou breve carta ao jornal. Veja a carta:


‘O TCU, desde sempre, fiscaliza as entidades sindicais na execução de projetos e parcerias que envolvam dinheiro público. E tem mesmo de ser assim.


O veto presidencial ao PL 1990/07 não se refere, no entanto, a dinheiro público.


A nova legislação diz respeito também às entidades sindicais de empregadores (associações empresariais, financeiras e outras), mas a Folha não informa isso aos leitores.


A CUT continuará seus esforços para a extinção do imposto sindical. Neste momento, estamos lutando para dar encaminhamento ao acordo com as demais centrais e o Ministério do Trabalho, conforme consta inclusive na lei sancionada, para acabar com o imposto e substituí-lo pela contribuição negocial, que não será obrigatória mas sim aprovada em assembléia.’ (Artur Henrique, presidente nacional da CUT)

  Categorias: