CUT-SP realiza ato para lembrar vítimas de acidente de trabalho

28 abril 19:08 2008

A Central Única dos Trabalhadores, em parceria com outras centrais sindicais, promoveu nesta segunda-feira (28), a partir das 12h, na Praça Ramos, uma manifestação em memória das vítimas de acidentes de trabalho no Brasil e no mundo.


Após a mobilização diante do Teatro Municipal, na região central de São Paulo, está acontecendo um ato solene na Assembléia Legislativa do Estado (Alesp), desde as 19h, com participação das entidades dos trabalhadores, representantes do poder público e parlamentares.


Em 2003, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) definiu 28 de abril como o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. A data faz referência à morte de 78 trabalhadores, em 1969, que perderam a vida após a explosão de uma mina nos Estados Unidos. 


Neste ano, o tema das manifestações é  ‘Redução da Jornada de Trabalho é mais saúde para o trabalhador’. As pessoas que estiverem na região da mobilização poderão assinar o abaixo-assinado da Campanha Pela Redução de Jornada Sem Redução de Salário.


‘É mais um importante passo da CUT pelo direito à saúde e contra os acidentes que afetam milhares de trabalhadores. Novamente mostramos a importância de conscientizar a sociedade sobre esse grave problema que não rende editorial nos jornais quando esses tratam do mundo do trabalho’, criticou Edílson de Paula, presidente da CUT-SP.


Historicamente, a entidade defende a melhoria no ambiente de trabalho para evitar que 2.800 trabalhadores – entre aquelas com vínculo formal – morram vítimas de acidentes de trabalho no Brasil, conforme aponta a OIT. (Luiz Carvalho)

  Categorias: