Medral atende exigência dos trabalhadores e reabre negociações

29 abril 15:13 2008

Atendendo a uma exigência dos trabalhadores a Medral reabriu as negociações da Campanha Salarial. Depois de apresentar duas propostas, que foram recusadas, a empresa enviou uma nova proposta ao Sinergia CUT na última sexta-feira (11), via e mail, que modifica o valor da Cesta Básica e de apresenta os termos para a PLR.


A proposta foi repassada aos trabalhadores e ainda depende de aprovação, o que deverá acontecer em assembléia deliberativa nesta terça-feira (29).


Segundo esta nova proposta, os salários seriam reajustados em 4,48% (ICV-DIEESE), acrescido de um aumento real de 0,5%. A Cesta Básica seria de R$ 70 para os trabalhadores da Reformadora e da Calderaria e de R$ 100 para STC e Obras Particulares.


No que diz respeito à PLR 2007, seria pago o valor residual de R$ 40 para os trabalhadores da Calderaria, de STC e de Obras Partic. A Reformadora já recebeu o valor integral.

  Categorias: