Trabalhadores de Furnas fazem duas horas de mobilização nesta segunda

09 maio 16:04 2008

Objetivo é pressionar as empresas a avançar nas negociações da pauta nacional rumo a um ACT justo e digno


As negociações da Pauta Nacional com o Grupo Eletrobrás parecem emperradas. Os representantes das empresas, até agora, se limitaram a ‘aceitar’ a renovação da maioria das cláusulas vigentes e a continuar a análise de outras. No entanto, para a grande maioria das reivindicações apresentadas pelos trabalhadores, a resposta na mesa foi ‘NÃO’.


Prova disso é que, na rodada de negociação da pauta nacional ocorrida no último dia 29 de abril no Rio de Janeiro, a Eletrobrás propôs reajuste salarial de 4,78% (IPCA), alteração da política de emprego e a retirada da cláusula de PLR do ACT. A proposta foi rejeitada e nova reunião marcada para esta quarta (14), em Brasília.


Mobilização de duas horas
Diante desse quadro, o Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE), na reunião de avaliação junto aos Sindicatos, encaminhou um calendário de mobilizações com o objetivo de pressionar as empresas a avançar nas negociações rumo a um ACT justo e digno aos trabalhadores.


Portanto, na segunda-feira (12), as atividades em Furnas nos locais de trabalho da base do Sinergia CUT serão atrasadas por duas horas. Participe! Porque a gente vale mais!

  Categorias: