Cesp: preço spot favorece resultados do primeiro trimestre

15 maio 14:16 2008

Empresa pretende investir entre R$ 80 milhões e 90 milhões este ano na reforma e modernização das usinas de Jupiá e Ilha Solteira

A Cesp teve um excelente primeiro trimestre em termos de resultados financeiros devido, principalmente, ao aumento do preço da energia no mercado de curto prazo. A constatação é do presidente da geradora, Guilherme Toledo, em teleconferência com analistas nesta quarta-feira, 14 de maio. O lucro líqüido da companhia dobrou para R$ 56,5 milhões no período. ‘Houve uma melhora do preço e maior volume de venda no mercado que influenciou a receita operacional’, disse.

A receita operacional subiu 21,3% para R$ 711,520 milhões, dos quais R$ 330,182 milhões vieram do mercado livre. A receita do ambiente livre subiu 37,2% no período. O preço médio de venda da energia cresceu 17,4% para R$ 83,34 por MWh, em conseqüência da elevação do PLD para um valor médio de R$ 502/MWh em janeiro. As vendas cresceram 21,1%, somando R$ 709,9 milhões nos três primeiros meses do ano. A quantidade de energia faturada aumentou 6% para 8,312 milhões de MWh.

A coincidência entre a disparada do preço e a necessidade de entregar a sazonalização da energia beneficiou as geradoras com disponibilidade de energia. ‘Quem tinha sobra carregou em janeiro’, comentou Silvio Areco, diretor de Geração Oeste da Cesp. Por outro lado, a empresa teve um aumento de 37,1% nas despesas operacionais para R$ 441,752 milhões no trimestre. Com isso, o Ebtida caiu 6,8% para R$ 267,847 milhões, resultado do despacho de térmicas a óleo que encareceu o preço da energia. Enquanto isso, o endividamento da companhia ficou praticamente estável em R$ 5,857 bilhões.

A empresa adotou um procedimento de cautela para disponibilizar a energia descontrada após 2012. Isso porque ainda há muita incerteza quanto ao valor da energia e dos custos de transmissão para os geradores. De acordo com Vicente Okazaki, diretor Financeiro e de Relações com Investimentos da Cesp, a empresa vai observar o leilão do consórcio Energia Sustentável na próxima sexta-feira, 16, para ver qual a tendência do preço para o período. O consórcio vai antecipar a oferta da energia do mercado livre de Jirau (RO-3.300 MW), a ser leiloada pela governo na semana que vem.

Investimento

A Cesp pretende investir entre R$ 80 e 90 milhões este ano na reforma e modernização das usinas de Jupiá e Ilha Solteira. Os trabalhos de revitalização das unidades devem durar até 2011. Segundo Okazaki, ano passado o orçamento de R$ 186 milhões em investimentos, incluía uma provisão de R$ 50 milhões para as desapropriações na área do reservatório de Porto Primavera.

‘O departamento jurídico acredita que a situação está para se solucionar, por isso, a provisão’, explicou Okazaki. O passivo total está registrado no balanço da companhia em R$ 400 milhões. ‘Este ano vamos terminar o ajustamento de conduta de Porto Primavera com Mato Grosso do Sul e São Paulo’, completou. (Alexandre Canazio)

  Categorias: