Trabalhadores do Grupo Rede fazem mobilização

29 maio 18:18 2008

Os trabalhadores do Grupo Rede farão mobilização de 1 hora no inicio das atividades nesta segunda-feira (2) por conta das propostas apresentadas nas quatro negociações da Campanha Salarial 2008 estarem aquém das reivindicações. A última dessas reuniões com dirigentes do Sinergia CUT aconteceu nesta terça-feira (27).

A empresa propôs uma reposição salarial e nos benefícios (cesta básica e vale alimentação, por exemplo) de 6,73 %, sendo 5,55% de correção (INPC-IBGE) e 1,17% de ganho real. Os valores são considerados insatisfatórios pelos trabalhadores, que reivindicam aumento real de 5,4%, com base no crescimento do PIB de 2007 e correção significativa nos benefícios de alimentação (VR e VA), tendo em vista a crescente inflação nesse item.

Nas demais reivindicações, o Grupo Rede rejeitou a maioria dessas e, quando muito, admitiu discutir em reuniões bimestrais. Os únicos avanços foram a vigência do acordo por dois anos e melhorias no plano odontológico.

Uma nova reunião foi marcada para a próxima terça-feira (3), na tentativa de se chegar a um acordo.

  Categorias: