Justiça concede liminar em ação contra práticas anti-sindicais

19 junho 15:04 2008

O Juiz da 4a Vara do Trabalho de Campinas proferiu medida liminar no último dia 12/06 em face da ação civil pública que o SinTPq (Sindicato dos Pesquisadores-SP) ajuizou contra o Laboratório Nacional de Luz Síncrotron por práticas anti-sindicais e pela tentativa de impedir o presidente em exercício, Joelmo Oliveira, de conduzir a assembléia marcada para o dia 18/06.


A decisão da Justiça do Trabalho estabelece uma multa de 200.000 reais caso a ABTLuS (Organização Social que gere as atividades do LNLS através de contrato de gestão com o Ministério da Ciência e Tecnologia) descumpra qualquer ítem da liminar. Esta decisão representa uma grande vitória para todo o movimento sindical.


Na assembléia ocorrida no auditório do Laboratório Síncrotron, os trabalhadores aprovaram uma moção de apoio ao Sindicato exigindo que a direção da ABTLuS deixe de impedir o acesso dos dirigentes sindicais às instalações do Laboratório.


 

  Categorias: