Rede Energia: agora só falta assinar o ACT

20 junho 09:41 2008

A proposta foi aprovada nas assembléias realizadas durante esta semana. Reajuste com aumento real garantido!


A proposta apresentada pelos dirigentes do Rede Energia recebeu a aprovação da maioria dos trabalhadores nas assembléias realizadas durante esta semana.


A empresa fará reajuste salarial de 6,73%, sendo 5,5% referente a reposição da inflação (INPC/IBGE) e 1,17% de aumento real. A alegação para não mexer nos índices é que a empresa adotou o mesmo critério nas negociações com a CELPA e CEMAT.


O novo ACT, válido por dois anos, atinge os trabalhadores das cinco empresas do grupo (EDEVP, EEB, Caiuá, CNEE e CLFO-PR). O acordo trata também de pontos como os reajustes de 22% no vale-refeição (de R$ 9 para R$ 11), de 14,72% no vale-alimentação (R$ 104,60 para R$ 120). O plano odontológico passa a ser administrado pela Odontoprev.


PLR
A PLR será discutida em separado. Ficou assegurada a realização de reuniões mensais para debater o próprio ACT e a PLR 2008. A primeira está marcada para esta terça (24).


Além da PLR, serão discutidos nessas reuniões mensais outros assuntos, como política de emprego, saúde e segurança, tíquete combustível da Caiuá, renovação de CNH, organização sindical, adicional de km, política de transferência, eleição dos representantes dos trabalhadores na Fundação Rede Prev, piso salarial, balanço da concessão de bolsa de estudos, passivo do adicional de periculosidade, licenças diversas, primarização e terceirização e equiparação das condições de trabalho das cinco empresas.


Mobilização deu resultado
Um acordo positivo para os trabalhadores só foi possível também graças à muita luta. Trabalhadores das empresas do Rede Energia participaram de mobilização de uma hora na manhã do próximo dia 2 pela melhoria das propostas apresentadas em quatro rodadas de negociação da Campanha Salarial 2008.

  Categorias: