Elektro: propostas de ACT e PLR aprovadas!

22 julho 13:00 2008

Reajuste de 6,8% para salários e benefícios econômicos e de 13% para os benefícios alimentícios estão garantidos!


Trabalhadores da Elektro em assembléias realizadas entre segunda-feira da semana passada (14) e esta terça (22) aprovaram as propostas de PLR e do ACT 2008.


Reajuste de 6,8% para salários e benefícios econômicos e de 13% para os benefícios alimentícios (vale alimentação, vale refeição e cesta básica) estão garantidos!


A proposta final, amplamente negociada com o Sinergia CUT e já aprovada pela categoria, saiu durante a rodada ocorrida no dia 10 passado.


Vale lembrar que as negociações com a Elektro começaram com uma proposta da empresa de  4,95% de reajuste nos salários e nos benefícios (ICV-Dieese), e só. Nada de aumento real. Na segunda rodada, o reajuste proposto foi de 5,5% para salários e benefícios econômicos e de 6% para os benefícios alimentícios.


Depois de muita água…
Depois de outras duas rodadas de negociação, em que não houve nenhuma proposta boa da empresa, o dia começou com o negociador da Elektro propondo 6% de reajuste para os salários e benefícios econômicos e 8% para os benefícios alimentícios. Rejeitada!


Depois de um intervalo na reunião, a empresa propôs 6,5% para os salários e benefícios econômicos e 10% para os benefícios alimentícios. No entanto, novamente o Sindicato entendeu que a proposta poderia ser melhor e a rejeitou.


Na terceira tentativa, o negociador propôs 6,5% de reajuste para os salários e benefícios econômicos e 11% para os benefícios alimentícios. Por mais uma vez, os dirigentes do Sinergia CUT não aceitaram a proposta.


… rolou a proposta final
Foi apenas na quarta tentativa do dia que a empresa apresentou, como sendo a proposta final, números mais adequados às necessidades dos trabalhadores.


Levada para deliberação, a proposta foi aprovada! Confira os principais pontos do que agora só falta assinar:



  • Reajuste nos salários: 6,8% (4,95% do ICV-Dieese, mais aumento real de 1,76%)

  • Piso salarial: reajusta em 6,8%

  • Gratificação de Férias: 6,8%

  • VA/VR: 13%

  • Cesta Básica: 13%

  • Auxilio creche: 6,8 %

PLR
Depois de onze rodadas e passados oito meses do início das negociações entre o Sinergia CUT e a Elektro, os trabalhadores puderam avaliar e aprovar a proposta de acordo da PLR. Em 2008, o montante da PLR será de 1,5% do Resultado do Serviço e a distribuição está condicionada à metas. A primeira parcela deverá ser igual ao valor pago em 2007 com mais 13% de correção.


A expectativa é que o Resultado do Serviço atinja um valor que venha a garantir aos eletricitários uma PLR de cerca de R$ 3 mil iguais para todos, beneficiando 37% dos trabalhadores. Quem recebeu em 2007 uma PLR maior que este fixo, terá direito à distribuição proporcional para garantir no mínimo o mesmo valor em 2008.


Para a direção do Sinergia CUT, ‘chegou-se a uma proposta de distribuição que não é a ideal, mas a que foi possível para preservar os trabalhadores com salários mais baixos diante da posição da empresa em defender os de salários mais altos. Mas a luta pela PLR igual para todos deve continuar nas próximas negociações de PLR’.


 

  Categorias: