CUT São Paulo apóia diploma de jornalismo

23 julho 19:34 2008

A CUT São Paulo enviou ao SJSP nota de apoio à luta dos jornalistas em defesa do diploma e da sua regulamentação profissional. O texto foi aprovado na Plenária Estatutária da Central.


A manifestação da CUT São Paulo soma-se ao movimento em defesa da formação superior específica em jornalismo, que vem recebendo apoio em todo o País. A exigência ou não do diploma em jornalismo será decidida pelo Supremo Tribunal Federal neste segundo semestre.


A FENAJ e os Sindicatos de Jornalistas estão desencadeando várias ações para sensibilizar a sociedade da importância da regulamentação profissional para garantir informação de qualidade aos cidadãos. E pedem aos jornalistas que manifestem publicamente o seu apoio, através do site da FENAJ (www.fenaj.org.br).


Pedem também que os profissionais enviem mensagens aos 11 ministros do STF, assim como a sugestão de texto a ser enviada.


Confira a seguir a nota da CUT/SP:


A Plenária Estatutária da CUT São Paulo apóia os jornalistas brasileiros em sua luta em defesa da sua regulamentação profissional.


A profissão vem sendo duramente atacada pelo setor patronal que, por meio de ação atualmente em julgamento no STF, pretende eliminar a necessidade de diploma universitário para o exercício profissional.


Caso tal fato venha a acontecer, a qualidade da informação prestada ao cidadão ficará profundamente comprometida, assim como a organização sindical e a própria profissão.


Plenária Estatutária da CUT São Paulo, 28 de junho de 2008.

  Categorias: