Furnas e MPT chegam a acordo sobre substituição de terceirizados

29 agosto 12:04 2008

Estatal fará concurso, o primeiro ainda em 2008, para substituir 1,8 mil funcionários em um prazo de cinco anos


Furnas Centrais Elétricas e o Ministério Público do Trabalho fecharam acordo na última quarta-feira, 27 de agosto, sobre a substituição de funcionários terceirizados. A empresa se comprometeu a realizar concursos públicos para ocupar 1,8 mil vagas, com o primeiro sendo realizado ainda este ano. O acordo foi enviado ao Tribunal Regional do Trabalho de Brasília para homologação.


O acordo prevê a substituição de 20% dos contratados até dezembro de 2009, 15% em 2010, 15% em 2011, 25% em 2012 e 25% até dezembro de 2013. Furnas, além disso, pagará uma multa de R$ 3 milhões, sendo que R$ 2 milhões serão destinados ao Serviço Nacional de Aprendizagem na Indústria (Senai).


Os cursos de qualificação profissional terão metade das vagas destinadas ao terceirizados para recolocação no mercado. A empresa já solicitou à Eletrobrás e ao Ministério do Planejamento a autorização  para aumento do quadro de funcionários.

  Categorias: