Horário de Verão: ONS prevê economia de 2 mil MW

17 outubro 15:49 2008

A edição 2008-2009 do horário de verão, que começa a zero hora do próximo domingo, 19 de outubro, reduzirá entre 4% e 5% a demanda no consumo de energia elétrica durante o horário de pico. A previsão é do Operador Nacional do Sistema Elétrico e representa cerca de 2 mil MW. Nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, a economia deve ser de 1.790 MW, enquanto que, no Sul, a estimativa é de diminuição de 528 MW no consumo.


De acordo com o Ministério de Minas e Energia, o horário de verão tem como objetivo a redução da demanda máxima durante o horário de pico de carga do sistema elétrico brasileiro. O MME avalia que a mudança no comportamento dos consumidores, aliado ao retardo na utilização da iluminação pública, reduz o consumo nos horários de pico. A medida visa também aumentar a segurança e confiabilidade da operação sistêmica, evitando sobrecargas e diminuindo a necessidade de investimentos sazonais.


O horário de verão será adotado no Distrito Federal e nos mesmos estados dos últimos dois anos: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Até a zero hora do dia 15 de fevereiro de 2009 os relógios deverão ser adiantados em uma hora.

  Categorias: