Reidi: MME enquadra empreendimentos de geração e transmissão

22 outubro 10:36 2008

Portarias foram publicadas no Diário Oficial da União da segunda-feira, 20, e incluem seis PCHs, duas térmicas e uma hidrelétrica no regime


O Ministério de Minas e Energia enquadrou novos empreendimentos de geração, além de projetos de transmissão de energia elétrica no Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infra-estrutura. As respectivas portarias foram publicadas no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 20 de outubro, e incluem no regime seis pequenas centrais hidrelétricas, duas térmicas e uma hidrelétrica.


Em Santa Catarina, o MME enquadrou as PCHs Barra do Rio Chapéu (15 MW), da Eletrosul, Nova Fátima (4,1 MW), da Geradora de Energia Nova Fátima, PCH Rio Fortuna (6,85 MW), da Geradora de Energia Rio Fortuna e São Maurício (2,5 MW), da Geradora de Energia São Maurício. No Rio Grande do Sul, foi enquadrada a PCH Engenheiro Ernesto Jorge Dreher (17 MW), de responsabilidade da BME – Rincão do Ivaí Energia, e a PCH Engenheiro Henrique Kotzian (13 MW), da BME – Capão da Convenção Energia.


Também estão integradas ao Reidi as térmicas MPX (CE, 700 MW), que pertence à MPX Pecém Geração de Energia, e a UTE Barcarena (PA, 600,1 MW), da Companhia Vale do Rio Doce. Entre os municípios de Água Clara e Ribas do Rio Pardo, no Mato Grosso do Sul, foi incluída a UHE São Domingos  (48 MW), da Eletrosul.


Transmissão –  O MME enquadrou ainda projetos de melhorias em subestações da ATE VII – Foz do Iguaçu Transmissora de Energia, no Paraná, e de Furnas, nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

  Categorias: