CS 2009: Sinergia CUT rejeita contraproposta da CPFL Jaguariuna

16 abril 19:36 2009

Uma das reivindicações do Sindicato é a mudança da data base e o aumento real de 5,1%


Nesta quarta-feira (15) foi realizada a segunda rodada de negociação entre o Sinergia CUT e a CPFL Jaguariúna. Durante a reunião, o Sindicato ressaltou a necessidade de a empresa atender todos os itens da pauta de reivindicações dos trabalhadores, inclusive criando uma política de emprego e unificando a data base.


A CPFL Jaguariúna ofereceu um reajuste salarial de 5,6% sobre salários e benefícios econômicos, o que foi rejeitado pelo Sindicato por estar abaixo do índice de inflação do período pelo ICV do Dieese, que ficou em 5,9%. Além disso, a reivindicação do Sindicato  é de aumento real de 5,1% (PIB 2008).


O Sinergia CUT também reivindicou a participação simbólica dos trabalhadores no VA/VR e que o encerramento da negociação da PLR ocorra juntamente com o fechamento do Acordo Coletivo de Trabalho 2009.


O Sinergia CUT realizará assembléias nos locais de trabalho para informar os trabalhadores a respeito das negociações. A próxima rodada de negociação está agendada para o próximo dia 30,l às 9 h. Além disso, foi marcada uma nova reunião para o dia 6 de maio às 14 h.


Conheça a íntegra da proposta apresentada pelo negociador da CPFL Jaguariúna e rejeitada pelo Sinergia CUT:


o Reajuste Salarial: 5,6% sobre salários e beneficios
o Abono: R$ 267,23
o VA – de R$ 95 p/ R$ 100,32
o VR – de R$ 165 p/ R$ 174,24
o Vigência: 1 ano
o Data-base: a empresa não aceitou a mudança de data-base


Cecília Gomes

  Categorias: