Subsidiárias da CPFL Energia encerram emissão de R$ 495 milhões em notas promissórias

07 maio 12:39 2009

Maior parte das notas promissórias das seis subsidiárias foram adquiridas por fundos de investimento


As subsidiárias do grupo CPFL Energia encerraram nesta quarta (06) a emissão de R$ 495 milhões em notas promissórias comerciais. Foram emitidas notas promissórias das empresas RGE (RS), CPFL Paulista (SP), CPFL Geração, CPFL Leste Paulista (SP), CPFL Sul Paulista (SP) e CPFL Jaguari (SP).


A RGE lançou R$ 185 milhões, divididos em 185 notas promissórias da terceira emissão, com valor unitário de R$ 1 milhão, em série única. A maior parte das notas promissórias, 156, foram adquiridas por 77 fundos de investimentos. Duas instituições financeiras adquiriram 23 notas promissórias e quatro entidades de previdência privada compraram 6 notas promissórias.


A CPFL Paulista (SP) lançou R$ 175 milhões – 175 notas promissórias de R$ 1 milhão, em série única. Cerca de 142 notas promissórias foram adquiridas por 76 fundos de investimentos; sete notas por quatro entidades de previdência privada; duas notas por duas companhias seguradoras; e 24 notas por três demais instituições financeiras.


Já a CPFL Geração captou R$ 85 milhões com o lançamento de 85 notas promissórias com valor unitário de R$ 1 milhão, em série única. A aquisição de 72 notas promissórias foi realizada por 39 fundos de investimentos e outras duas notas promissórias foram compradas por duas entidades de previdência privada. Além disso, uma companhia seguradora adquiriu uma nota promissória e duas demais instituições financeiras compraram 10 notas promissórias.


A CPFL Leste Paulista emitiu R$ 24 milhões – 48 notas promissórias de R$ 500 mil cada. Desse total, 29 notas promissórias foram adquiridas por 20 fundos de investimento; uma nota promissória foi comprada por uma companhia seguradora; e 18 notas foram adquiridas por duas demais instituições financeiras. A CPFL Sul Paulista distribuiu R$ 16 milhões, com a colocação de 32 notas promissórias com valor unitário de R$ 500 mil cada, em série única e da primeira emissão. Cerca de 24 notas foram adquiridas por 17 fundos de investimento; e oito notas por uma demais instituição financeira.


A CPFL Jaguari distribuiu 20 notas promissórais de R$ 500 mil cada, em série única, totalizando R$ 10 milhões. Do total, 16 notas promissórias foram adquiridas por 14 fundos de investimento e quatro notas foram compradas por um demais instituição financeira.

  Categorias: