Deputados Vicentinho e Genoino no CECUT

22 maio 18:23 2009


O deputado federal José Genoino (PT-SP) esteve presente nessa sexta (22) no 12º CECUT. O parlamentar chegou no final da tarde, quando os delegados votavam propostas estratégicas de ação para a CUT São Paulo. Genoino veio prestigiar o congresso estadual e, em entrevista ao Jornal do Sinergia CUT e à Rádio dos Trabalhadores, afirmou: ‘Este é um dos congressos mais representativos da CUT. Eu acho que a CUT hoje , além de ser uma entidade importante dos trabalhadores, ela tem um papel político fundamental nesse momento que a gente luta para fazer a sucessora do Lula em 2010’.



O deputado destacou também o tema do congresso ‘Um novo modelo de desenvolvimento para São Paulo: ‘ São Paulo vive há mais de 20 anos num modelo neoliberal, privatizante e excludente socialmente. Nós temos que retomar as bases de um modelo de inclusão social,  sustentabilidade ambiental e sustentabilidade fiscal.  Um modelo econômico que procure atingir toda a população com distribuição de renda e com emprego’.


Também esteve presente o deputado federal  e ex-presidente da CUT, Vicentinho (PT-SP). O parlamentar chegou durante a plenária que discutia o texto base da CUT nacional. Na última quarta (20), o Sinergia CUT entregou ao deputado, em Brasília (DF), um relatório sobre a vitória da ação judicial que proíbe as tercerizações de atividades fim na holding CPFL. Vicentinho considera a vitória um ponto importante para que o projeto de lei de sua autoria (PL 1621/07), que disciplina as tercerizações no Brasil, seja tomado como referência principal. Atualmente o PL encontra-se parado nas comissões da câmara.




Segundo o parlamentar, o Ministério do Trabalho está formulando um novo projeto a partir do projeto de lei de sua autoria, construído na Central Única dos Trabalhadores, e de um outro PL, apresentado no governo FHC, defendido pelos empresários.  ‘Como o ministério pediu para apresentar uma nova proposta, nós estamos aguardando. O PL sobre a tercerização é um dos sete pontos importantes que as centrais sindicais apresentaram ontem, em audiência que tivemos com o presidente da câmara Michel Temer (PMDB-SP) para desenvolver discussão e votação.’


 

  Categorias: