Comunicação em debate

19 junho 14:30 2009

A Conferência Nacional de Comunicação foi o principal tema do encontro de comunicação realizado na última terça na sede do sindicato dos jornalistas pela CUT São Paulo. Diretores de comunicação e jornalistas de vários sindicatos ouviram as exposições sobre o tema feitas pelas mesas e depois puderam apresentar suas propostas. Foram feitas sugestões para que o debate sobre a comunicação se fortaleça dentro da própria central se estenda para fora.


O presidente da CUT SP, Adi dos Santos Lima, participou da mesa de abertura, defendendo envolvimento dos trabalhadores: ‘Dentro do debate de concepção de comunicação, primeiro é necessário despertar nos trabalhadores que é possível um  outro modelo de comunicação que não seja esse que nós temos aí, onde as coisas já chegam prontas, enlatadas sem a mínima participação dos trabalhadores ‘.


Um dos integrantes da mesa de debates, o jornalista Juliano Maurício de Camargo, professor da Unesp Bauru traçou um panorama histórico das lutas da sociedade civil em defesa da democratização dos meios de comunicação. Para o professor, a eleição presidencial impede grandes avanços no campo da comunicação, mas isso não invalida a conferência como um espaço estratégico: ‘Eu prefiro que nós tenhamos menos expectativas em fazer a revolução na Conferência Nacional de Comunicação e mais consciência de que nós temos aglutinar forças, e para isso o agendamento da conferência já criou um ambiente necessário’


A Secretaria Nacional de Comunicação da CUT, Rosana Bertotti apresentou as propostas da CUT para Conferência Nacional de Comunicação que destacam a mudança nas leis de comunicação, a necessidade do marco regulatório, garantia de controle social, entre outros pontos. Rosana destacou o papel da CUT como entidade de maior capilaridade e potencial para articular o debate nacionalmente.


Além da conferência, o encontro discutiu a comunicação da própria CUT. Entre as propostas encaminhadas estão: a consolidação da Rede Brasil Atual no estado e em todo o país; potencializar as Secretarias de Comunicação e Imprensa, transformando-as em Secretarias estratégicas políticas; construir a organização do ramo da comunicação no Estado de São Paulo e ainda a ações para inserir a juventude no movimento sindical.


O Encontro de Comunicação da CUT SP terminou com a eleição dos delegados que vão participar do Enacom – Encontro Nacional de Comunicação, que será realizado de 15 a 17 de julho em São Paulo.//

  Categorias: