Trabalhadores organizam ato em defesa da soberania nacional e da Infraero

06 julho 18:00 2009

Atividade manifesta repúdio a qualquer medida que possa conceder os aeroportos brasileiros para a iniciativa privada


O Sindicato Nacional dos Aeroportuários, que representa a Infraero, (SINA-CUT), a Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (FENTAC-CUT), a CNTT-CUT e sindicatos cutistas realizarão, no dia 9 de julho, um ato em defesa da Soberania Nacional e da Infraero, no aeroporto de Brasília.



O objetivo da atividade é manifestar repúdio a qualquer medida que possa conceder os aeroportos brasileiros para a iniciativa privada. Segundo o SINA, serão realizadas caravanas que sairão no dia 8 de julho e os trabalhadores interessados em participar devem fazer as inscrições nas salas do Sindicato localizadas nos aeroportos de Guarulhos, Campinas, Congonhas ou Galeão. A ‘Frente Parlamentar em Defesa da Infraero e dos Aeroportos Brasileiros’ e a CUT já manifestaram apoio ao ato dos trabalhadores aeroportuários.



Histórico



As entidades cutistas do setor aéreo já realizaram uma série de atividades e protestos chamando a atenção da população e do governo para que suspenda a proposta de concessão dos aeroportos para a iniciativa privada. No informativo ‘turbulência’, do dia 23, o SINA  frisa que ‘esta proposta de abertura de concessões é profana e indecente, porque entregará o patrimônio do povo brasileiro, construído pela Infraero, para a iniciativa privada explorar como bem entender’.



A entidade destaca ainda que esta medida impossibilitará que a Infraero – uma das maiores administradoras de aeroportos do mundo – concorra e continue administrando os aeródromos. ‘Não só os aeroportos do Galeão (RJ) e Viracopos (Campinas, SP) ficam ameaçados mas toda a Rede Infraero’, finaliza.

  Categorias: