Observatório do Trabalho é lançado nesta terça (28) em Campinas

28 julho 15:44 2009

Além do Observatório do Trabalho, também foi inaugurado o posto móvel do Banco da Mulher


Campinas já conta oficialmente com os serviços do Observatório do Trabalho, instrumento de pesquisa com foco na produção e difusão de informações, análises e propostas de ações relativas ao mundo do trabalho, com vistas ao assessoramento de gestores públicos para a construção de projetos de geração de emprego, renda e de inclusão social e vinculado na cidade à Secretaria de Trabalho e Renda Na ocasião, também foi inaugurado o posto móvel do Banco da Mulher



O lançamento oficial foi realizado pelo prefeito Hélio de Oliveira Santos nesta terça-feira, dia 28 de julho. Sua implantação no município se dá por meio de convênio firmado entre a Prefeitura e o Departamento de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).



Seus objetivos são os seguintes: produzir informações, estudos, análises e propostas para subsidiar a ação de dirigentes e a tomada de decisão de gestores públicos, em tempo eficaz, com informações, análises e propostas relacionadas às questões do mundo do trabalho.



Dispor de um mecanismo deste porte na cidade, segundo o prefeito, é um orgulho para a cidade. “O Observatório é um instrumento estratégico para os gestores públicos, no momento em que traz as questões relativas ao mundo do trabalho e, ao mesmo tempo, o trabalhador para o centro das decisões políticas”, enfatizou o prefeito, lembrando que o trabalhador é peça fundamental para o desenvolvimento brasileiro.



Os trabalhos desenvolvidos a partir do Observatório contribuem, também, para articular especialistas e estudiosos nas questões do mundo do trabalho e, ainda, disponibilizar o conhecimento produzido para os atores sociais por meio de instrumentos adequados de comunicação.



Durante a cerimônia de lançamento, Ademir Figueiredo, coordenador de Estudos e Desenvolvimento do Dieese, apresentou dados relativos à evolução do mercado de emprego formal na cidade e na Região Metropolitana de Campinas (RMC) demonstrando efetivamente os resultados do trabalho do Observatório. Lembrou também os fatores que determinaram a criação do órgão.



O secretário municipal de Trabalho e Renda, Sebastião Arcanjo, lembrou a importância deste instrumento de análise, estudos e definição de políticas públicas. “Não podemos pensar simplificadamente o mundo do trabalho”, disse. Em Campinas, o Observatório está localizado em sala anexa à da Secretaria Municipal de Trabalho e Renda, no segundo pavimento do Paço Municipal, onde era instalado o plenário da Câmara Municipal.



Banco Popular da Mulher



Além dos postos de atendimento na região central, no Campo Grande e no Ouro Verde, o Banco Popular da Mulher passa a partir free-credits-report.com broking, whereby a firm’s credit activities is a secondary activity to selling goods and non-financial services will also be lower-risk e. desta quarta-feira, dia 28 de julho, a disponibilizar, de segunda à sexta-feira, das 9h às 16h, informações e concessão de crédito por meio do Prefeitura Móvel, unidades da Prefeitura Municipal de Campinas que já disponibilizam serviços a diversos bairros da cidade. O anúncio também ocorreu durante o lançamento do Observatório do Trabalho.



O Banco Popular da Mulher é uma entidade de microcrédito solidário que tem por finalidade gerar emprego, renda e inclusão social, por meio de concessão de crédito para empreendedores de pequenos negócios. Atende pessoas de ambos os sexos, priorizando as mulheres. Isto porque a mulher, geralmente, é o principal elemento de sustentação e agregação das famílias de baixa renda.



Durante o anúncio, Sebastião Arcanjo, considerou a importância do BPM para a inclusão social e, em especial, neste momento em que a migração de trabalhadores informais para a formalidade está sendo estimulada nas três esferas do poder público.



Desde 2003, quando foi criado, o BPM já concedeu cerca de R$ 6 milhões em créditos. Deste total, as mulheres representam aproximadamente 70% dos contratantes. O banco opera atualmente com três linhas de crédito: Semear, Crescer e Cooperar.



A linha Semear oferece acesso simplificado e é voltada às famílias assistidas por programas sociais. A linha Crescer é disponibilizada aos microempreendedores, com potencial para formalização de seus negócios e para aqueles já formalizados e que necessitam de uma injeção de recursos para expandirem seus empreendimentos. A Cooperar é voltada para o fomento às cooperativas e grupos associativos.



Oferece, também, cursos de capacitação, gestão de negócios, estudos de viabilidade e acompanhamento para os empreendedores, além de outras ações que visam potencializar o sucesso dos empreendimentos que buscam o financiamento. As agências em Campinas ficam localizadas na Avenida Campos Salles, 427, no Centro; na Avenida Hum, 1343, Jardim Santa Clara – CRAS Noroeste (Agência Campo Grande) e Terminal Horto Shopping, box 23 1º andar (Agência Ouro Verde).



O atendimento via veículos do Prefeitura Móvel ocorrerão nos seguintes dias, horários e locais:



PREFEITURA MÓVEL 1
Locais de atendimento:
Segunda-feira – Carrefour Campinas-Valinhos
Terça-feira – Paulistão Amoreiras
Quarta-feira – Enxuto
Quinta-feira – Extra Amoreiras
Sexta-feira – Extra Abolição



PREFEITURA MÓVEL 2
Locais de atendimento:
Segunda-feira – Mercado Municipal
Terça-feira – Subprefeitura de Barão Geraldo
Quarta-feira – Terminal Padre Anchieta (Aparecidinha)
Quinta-feira – Terminal Ouro Verde
Sexta-feira – Mercado Municipal


(Maria do Carmo Pagani)

  Categorias: