AES Brasil estuda construção de térmica de 500 MW em São Paulo

24 setembro 10:34 2009

AES Corp renova linha de crédito por um ano para compra de participação do BNDES na Brasiliana


A AES Tietê está estudando a construção de uma térmica de 500 MW em São Paulo. O projeto faz parte do processo de aumento de 15% da capacidade instalada da companhia no estado, que corresponde a 450 MW. Segundo Britaldo Soares, presidente da AES Brasil, a empresa ainda está com 30 MW de projetos em processo de licenciamento ambiental no estado também. Duas pequenas centrais hidrelétricas, com 7 MW cada, devem ser inauguradas em janeiro de 2010.


O executivo descartou a participação do grupo AES no leilão da usina de Belo Monte (PA-11.233 MW). Soares disse que a empresa está focada na ampliação da capacidade instalada em São Paulo e na resolução da situação da Brasiliana. O grupo aguarda uma decisão do BNDES sobre a participação do banco na holding. A AES Corp renovou por um ano a linha de crédito para financiar a aquisição dos 49,9% do banco de fomento na Brasiliana, reforçando o interesse em exercer o direito de preferência. ‘A preparação realizada desde 2007 está mantida’, disse o executivo.
 
Soares ressaltou que nada mudará no perfil do grupo com o controle total da Brasiliana e a saída da matriz da Cemig, onde está presente através do consórcio Southern Energy Brazil (SEB). (Alexandre Canazio)

  Categorias: