CPFL compra empresas de energias renováveis

29 setembro 11:10 2009

Valor da operação foi de R$ 31,6 milhões, segundo a companhia


A CPFL Geração informou ontem a compra da totalidade das quotas representativas do capital social das sociedades Santa Clara I Energias Renováveis Ltda., Santa Clara II Energias Renováveis Ltda., Santa Clara III Energias Renováveis Ltda., Santa Clara IV Energias Renováveis Ltda., Santa Clara V Energias Renováveis Ltda., Santa Clara VI Energias Renováveis Ltda. e Eurus VI Energias Renováveis Ltda. (em conjunto, as ‘Sociedades’), pelo preço de R$ 31,618 milhões. A consumação da aquisição das quotas está sujeita ao cumprimento de determinadas condições previstas no Contrato de Compra e Venda.


As sociedades foram constituídas para a finalidade específica de desenvolver e explorar determinados parques de geração eólica, em sítios localizados no Estado do Rio Grande do Norte, classificáveis como ’empreendimentos novos’ para os fins da regulamentação do setor elétrico, os quais foram registrados perante a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).


Para tais fins, as sociedades deverão, ainda, preencher todas as exigências necessárias para a habilitação no procedimento licitatório, na modalidade de leilão, para a contratação de energia elétrica de reserva, procedimento este específico para a contratação de energia proveniente de fonte eólica.


Em fato relevante, a CPFL diz que o interesse da empresa na aquisição das quotas das sociedades é desenvolver e explorar os empreendimentos, para fins de comercialização de energia elétrica e, se pertinente, de reduções certificadas de emissões. A administração estima que a capacidade instalada dos empreendimentos será de aproximadamente 180 megawatts.


Constituição


Sociedade por ações de capital aberto, a CPFL Geração foi constituída em 19 de julho de 2000. A partir de 2003 passou a atuar como holding em empreendimentos de geração de energia. Em 2007, com as incorporações da CPFL Centrais Elétricas S.A. e Semesa S.A., a CPFL Geração, além da participação no capital social de outras sociedades, passou a atuar como concessionária do serviço público de geração de energia elétrica.


Ela detém 19 pequenas usinas hidrelétricas e uma usina termelétrica, com potência total instalada de 120 MW e 36 MW, respectivamente, todas localizadas no Estado de São Paulo. Possui ainda parte dos ativos do Aproveitamento Hidrelétrico da Serra da Mesa, localizado no Rio Tocantins no Estado de Goiás.


A CPFL Geração estabeleceu como estratégia de negócios a ampliação de sua capacidade de geração, por meio da repotenciação e modernização das usinas existentes, bem como pela aquisição de usinas em operação ou construção de novas usinas.


Sociedade possui participações diretas nas seguintes controladas operacionais e/ou em desenvolvimento: CPFL Sul Centrais Elétricas Ltda.; Baesa — Energética Barra Grande S.A.; Campos Novos Energia S.A.; Energética Rio das Antas S.A. — Ceran e Foz do Chapecó Energia S.A. (Das agências Estado e Anhanguera)


SAIBA MAIS
A energia eólica é a energia que provém do vento. Na atualidade utiliza-se a energia eólica para mover aerogeradores — grandes turbinas colocadas em lugares de muito vento. Essas turbinas têm a forma de um catavento ou um moinho. Esse movimento, através de um gerador, produz energia elétrica. Precisam agrupar-se em parques eólicos, concentrações de aerogeradores, necessários para que a produção de energia se torne rentável, mas podem ser usados isoladamente, para alimentar localidades remotas e distantes da rede de transmissão. A energia eólica é hoje considerada uma das mais promissoras fontes naturais de energia, principalmente porque é renovável, ou seja, não se esgota.

  Categorias: