Setor elétrico tem aumento de 121% nas aprovações no BNDES até outubro

26 novembro 15:51 2009

Desembolsos efetivos para o setor cresceram 60%, totalizando R$ R$ 10,410 bilhões, de janeiro a outubro


O setor elétrico vive um ano de forte expansão nas aprovações de financiamento no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. No acumulado até outubro, os projetos do setor tiveram aprovados R$ 13,4 bilhões em empréstimos, o que significa um aumento de 121% em relação ao mesmo período de 2008. Em 12 meses, a alta chega a 124%, acumulando R$ 24,447 bilhões. Os desembolsos efetivos para o setor cresceram 60%, totalizando R$ R$ 10,410 bilhões, de janeiro a outubro. Para o período de 12 meses, o BNDES repassou R$ 14,542 bilhões, com aumento de 39%.



Os projetos de infraestrutura receberam um total de R$ 36 bilhões de janeiro a outubro, com expansão de 28% no período analisado. Em um ano, já foram liberados R$ 42,9 bilhões, com alta de 22% sobre o ano anterior. As aprovações para o setor de infraestrutura somaram R$ 46,6 bilhões nos dez primeiros meses do ano, resultando em crescimento de 62%, na comparação com os mesmos meses de 2008. A infraestrutura teve aprovados R$ 62 bilhões de financiamento em 12 meses, o que representa uma alta de 34%.



Os desembolsos do BNDES nos 10 primeiros meses de 2009 atingiram R$ 107,5 bilhões. O valor é 50% superior ao liberado no mesmo período do ano passado. As aprovações do banco entre janeiro e outubro deste ano também atingiram valor recorde, de R$ 129,9 bilhões, o que corresponde a um aumento de 40% ante os mesmos meses do ano anterior. Os enquadramentos, de R$ 150,2 bilhões, e as consultas, de R$ 183,5 bilhões representaram alta de 16% e 20%, respectivamente.
O resultado acumulado nos últimos 12 meses revela aumento de 48% nos desembolsos, de R$ 128,3 bilhões, e de 29% nas aprovações, de R$ 158,2 bilhões. Os enquadramentos e as consultas somaram, pela ordem, R$ 175,5 bilhões (alta de 13%) e R$ 206,4 bilhões (alta de 17%).



(Alexandre Canazio)

  Categorias: