Lula anuncia construção de ‘hidrelétrica-plataforma’

20 janeiro 14:06 2010

A fim de diminuir o desmatamento provocado pela instalação de hidrelétricas, o Brasil vai passar a construir ‘hidrelétrica-plataforma’, afirmou ontem o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
A alternativa, segundo ele, é inspirada nas plataformas de petróleo em alto-mar. Assim como os funcionários da Petrobras, os empregados da hidrelétrica serão levados de helicóptero ao local, que não terá acesso por terra.


‘Logo, logo vamos apresentar uma novidade para o Brasil, que é uma coisa chamada hidrelétrica-plataforma. A gente vai desmatar apenas para fazer a hidrelétrica. Depois vai reflorestar tudo outra vez. Os trabalhadores vão de helicóptero, que nem uma plataforma. Para que não tenha ninguém xeretando lá perto, nem gente querendo construir casa lá, ocupação’, disse Lula.


O anúncio foi feito durante a inauguração da conversão da usina termoelétrica em Juiz de Fora para operar com etanol -é a primeira no mundo desse tipo.


Durante seu discurso, o presidente buscou ligar o avanço das energias renováveis à sua administração. Disse que, em 2000, ‘praticamente não havia mais carro a álcool no Brasil’. Ele afirmou que, atualmente, 90% dos carros produzidos no país são flex. Aproveitou, então, para comemorar o fato de ter ‘humanizado’ a colheita de cana, com a edição de decreto impondo regras para o ambiente de trabalho no campo.


Lula ainda usou a proposta da ‘hidrelétrica-plataforma’ para apresentar as iniciativas de seu governo para combater o aquecimento global. O presidente disse que o país explora apenas 30% do seu potencial hidrelétrico. (Italo Nogueira)



 

  Categorias: