Audiência de julgamento do dissídio coletivo da CESP é adiada novamente

16 março 09:11 2010

Audiência que deveria ocorrer às 15h30 nesta quarta (17), no TRT da 2ª Região, em São Paulo foi retirada de pauta, sem data definida até o momento.


A secretaria do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, em São Paulo, informou nesta terça (16) que mais uma vez, por problemas de saúde do Desembargador, o julgamento do dissídio da CESP foi retirado da pauta.


O julgamento estava marcado para esta quarta (17) às 15h30. A secretaria do TRT informou ainda que a audiência será agendada para a próxima semana.


Vale lembrar que esta é a segunda vez que o julgamento do dissídio coletivo é remarcado (era para ter sido julgado no dia 10 passado). Os trabalhadores da CESP estão há mais de quatro meses à espera de um desfecho final da Campanha Salarial 2009.


Isso porque, durante toda a Campanha Salarial, eles exigiram que a empresa desse um tratamento digno e decente às suas reivindicações. Participaram de várias mobilizações e instauraram o estado de greve. O movimento era, principalmente, por um melhor reajuste (que ficou em 5,48%) e garantia da manutenção de emprego.


Apesar de todo o esforço investido pelo Sinergia CUT a CESP adotou uma postura de intransigência na mesa de negociação. Resultado: o processo foi para dissídio. Depois de duas audiências de tentativa de conciliação (a última ocorreu no final de outubro passado) e, sem acordo, o julgamento foi marcado e adiado já por duas vezes.

  Categorias: