A Light terá que pagar multa de R$ 3,9 milhões por descumprimento de indicadores de qualidade

22 março 18:12 2010

Infração de DEC e FEC ocorreu em 2008. Eletroacre também foi penalizada
 


A Light (RJ) terá que pagar multa de R$ 3,9 milhões por descumprimento de metas dos indicadores de qualidade, DEC e FEC, no ano de 2008. A diretoria da Agência Nacional de Energia rejeitou recurso da empresa ao auto de infração emitido pela Superintendência de Fiscalização dos Serviços de Eletricidade.


Além dessa multa, a empresa está recorrendo de uma penalidade de R$ 9,5 milhões aplicada pelos problemas ocorridos no fornecimento entre novembro do ano passado e janeiro deste ano. A Aneel também enviou esta semana uma equipe de técnicos para fiscalizar a empresa. O objetivo é avaliar se as medidas previstas no plano emergencial apresentado pela concessionária em janeiro deste ano estão sendo cumpridas no que diz respeito à manutenção e operação da rede.


O trabalho da equipe de fiscalização está concentrado no Centro do Rio de Janeiro, região onde foram registradas nos últimos dias interrupções freqüentes no fornecimento de energia elétrica, e nos reforços realizados na Zona Sul. A agência fará o acompanhamento detalhado do cronograma e, caso seja constatado que as ações não foram implementadas nos prazos apresentados, a empresa está sujeita a novas penalidades que podem chegar, nestes casos, à multa de 2% do faturamento anual por infração.


Eletroacre – A Aneel manteve ainda a multa de R$ 143 mil aplicada à Eletroacre por não conformidades na certificação da coleta de dados e de apuração dos indicadores individuais (DIC, FIC e DMIC) e coletivos (DEC, FEC).

  Categorias: