Cteep prevê investimentos de R$ 793,8 milhões em 2010

24 março 15:31 2010

No ano passado, companhia aportou recursos da ordem de R$ 211,6 milhões em obras de expansão do sistema de trasmissão


O Plano de Investimentos Plurianual da Cteep prevê investimentos da ordem de R$ 793,8 milhões em 2010. Nele estão contemplados projetos de aumento de capacidade, construção de novas linhas e instalação de equipamentos provenientes de autorizações da Agência Nacional de Energia Elétrica, além de aportes nas subsidiárias Interligação Elétrica Minas Gerais (IEMG), Interligação Elétrica Norte e Nordeste (IENNE), Interligação Elétrica Pinheiros (IE Pinheiros), Interligação Elétrica Sul (IE Sul), Interligação Elétrica Madeira (IE Madeira) e Serra do Japi.


Desse montante, segundo a companhia, a previsão de aporte nesse ano em obras para reforços do sistema da empresa é de R$ 311,8 milhões – valor que representa crescimento de 47,3% em relação ao que foi aplicado em 2009. Ainda em 2010, a Cteep prevê concluir e colocar em operação 96 projetos, sendo que 14 foram concluídos no primeiro bimestre. Segundo a companhia, o objetivo desses projetos é ampliar e reforçar a capacidade de sua rede de transmissão, buscando atender ao crescimento do mercado de energia elétrica, às necessidades de escoamento da energia até os centros de consumo e aos intercâmbios de energia entre os subsistemas do Sistema Interligado Nacional.


Em 2009, a empresa investiu R$ 211,6 milhões em 187 empreendimentos para aumentar a capacidade de transformação e transmissão de energia de sua rede. Foram realizados, de acordo com a Cteep, recapacitações, recondutoramentos e reconstruções de linhas de transmissão, instalações e substituições de transformadores, disjuntores, banco de capacitores e reatores nas subestações. O montante faz parte do aporte total de R$ 557,3 milhões investidos no ano pela companhia para atendimento da rede básica, como reforços ampliações e manutenções no sistema, além de novas conexões e aportes em suas subsidiárias.


No decorrer de 2009, ao todo, foram energizadas 54 instalações envolvendo 32 subestações e dez linhas de transmissão da companhia distribuídas pelo interior paulista. Com isso, foram recapacitados 492 quilômetros de linhas e registrado acréscimo de 243,75 MVA de capacidade de transformação instalada, chegando a marca de 12.271 quilômetros de linhas e 43.223 MVA. As obras tiveram investimento total de R$ 214,4 milhões, que foram desembolsados ao longo dos últimos três anos.


Os principais destaques do ano passado são as energizações dos complexos Jupiá e Vale do Paraíba (SP), realizadas no primeiro semestre. Outro projeto concluído foi a instalação de um banco de reatores de 500 kV na subestação Água Vermelha. Houve também a interligação com a usina de biomassa Cerradinho, em Catanduva (SP), e conexão da SE Santa Cabeça com a PCH Paulista Lavrinhas Energia. Na capital paulista, foram subsituídos quatro reatores da SE Xavantes e SE Norte.

  Categorias: