Sinergia CUT rejeita proposta apresentada pela CPFL Jaguariúna

22 abril 16:47 2010

Na última terça (20), o Sinergia CUT participou da segunda rodada de negociação com a CPFL Jaguariúna, mas a empresa não apresentou proposta satisfatória em relação às reivindicações dos trabalhadores.


Alegando dificuldades projetadas pelo plano de negócios, propôs reajuste de 5,17% (IPCA) para salários e benefícios. Os dirigentes do Sinergia CUT rejeitaram a proposta informando que os trabalhadores querem discutir toda a pauta, que inclui o aumento real entre suas reivindicações.


Durante a reunião, o Sinergia CUT fundamentou a defesa por um reajuste melhor e por mais conquistas no ACT utilizando o balanço positivo da empresa. A terceira rodada de negociação foi marcada para a próxima terça (27).

  Categorias: