Direção do Sinergia CUT avalia proposta da ETEO

13 maio 17:03 2010


Na primeira reunião de negociação , a ETEO apresentou uma proposta que, entre outros itens, prevê reajuste de 6,5% (0,57 de aumento real e 5,79 pelo ICV Dieese). O Vale Refeição e Vale Alimentação teriam 6,13 de reajuste.



Referente ao piso salarial , a ETEO concederia reajuste de 6,25% e incluiria a função de Oficial de Linha. Hoje existem quatro trabalhadores nessa função, cujos salários passariam de R$ 1.000 para R$ 1.365.
Pela proposta da ETEO, a política de horas-extras seria de 60% de segunda a sexta e 100% aos sábados, domingos e feriados.



Em relação às cláusulas sociais, a empresa reconhece a união de pessoas de mesmo sexo, licença de maternidade de 180 dias, mas não concede auxílio creche para os pais.



Na próxima reunião, agendada para a próxima terça-feira (18), a empresa dará retorno sobre outros itens da pauta: Direito de Recusa, Função Acessória e Sobreaviso.


A proposta será avaliada pela direção do Sinergia CUT na próxima reunião de coordenação, marcada para segunda-feira (17).


 

  Categorias: