Acidente fatal na CPFL

08 junho 12:01 2010

Eletricista de 24 anos morre eletrocutado. Sinergia CUT quer apuração rigorosa das causas dessa tragédia


No final da manhã de ontem (segunda-feira, dia 07), uma triste notícia chegou para os trabalhadores da holding CPFL Energia: um acidente gravíssimo e fatal acabara de acontecer no bairro Mirante das Estrelas, em Vinhedo, região de Campinas. A vítima era eletricista da empreiteira Renascer, que presta serviços à CPFL.


Informações preliminares apontam que o trabalhador Leonor Roque Ribas, de 24 anos, realizava serviços em um poste na Rua Estrela Dalva, quando recebeu a descarga elétrica. Ele chegou a ser socorrido pelo resgate e levado para a Santa Casa de Vinhedo, mas não resistiu aos ferimentos.


A direção da empresa lamentou o ocorrido e disse que Ribas utilizava todos os equipamentos de segurança individuais e coletivos necessários para o serviço.


Tragédia anunciada
Não é de hoje que o Sindicato vem denunciando o descaso das energéticas para com a vida dos trabalhadores. O presidente do Sinergia CUT  Jesus Garcia, já declarou que ‘a epidemia de acidentes de trabalho nas elétricas vem ocorrendo por conta da precarização e terceirização dos serviços, que são um câncer no setor elétrico”.


O Sinergia CUT lamenta profundamente a morte de mais um eletricista durante a jornada de trabalho e exige apuração das causas que provocaram mais esse acidente fatal. “Queremos fazer parte das investigações e vamos anexar os dados nos documentos e denúncias que estamos juntando e que serão entregues ao Ministério Público e às Aneel”, afirmou Gentil Teixeira de Freitas, presidente do Sindicato dos Eletricitários de Campinas (Stieec/Sinergia CUT).


 

  Categorias: