Proposta rejeitada na Duke Energy

02 julho 17:57 2010

Índice de reajuste apresentado iguala-se ao IPCA, muito aquém da reivindicação dos trabalhadores


Na terceira rodada de negociação entre Sinergia CUT e Duke Energy, realizada na última quinta (01), o Sindicato rejeitou a proposta  de reajuste de 4,18% sobre salários e benefícios, com mais 1% que a empresa chamou de’ aumento real’, mas que na prática faz com que a proposta seja igual ao IPCA (5,22%).


Vale destacar que a proposta apresentada pela Duke está bem inferior às empresas do setor energético de mesma data base. A próxima rodada será realizada no dia 13, às 10h em Chavantes. Antes da reunião de negociação, o Sinergia CUT realiza assembleias informativas. Participe!


Confira os demais itens da proposta:
* Auxilio saúde: manteve a ultima proposta 6 meses


* Auxilio Acidente de trabalho: 12 meses


* Auxilio Creche:  R$ 505,00


* Auxilio Transferência: manteve a proposta da ultima reunião – de R$ 5.000 para R$8.000


* PLR: O mesmo valor do ano passado, mais 0,5 do resultado de serviço


* ATS: Esta estudando uma possível melhora no percentual que hoje é 5%


* Função Acessória: mantém como está;


* Hora Extra:  mantém com esta no Acordo;


* Fundação CESP: Não é clausula de Acordo Coletivo. Hoje, os novos funcionários têm a opção de escolher entre a Fundação e o Bradesco Previdência;


* Gerenciamento de pessoal: Mantém o que esta no ACT;


* Bolsa de Estudo: Não é clausula do ACT, trata de benefício de liberalidade da empresa. Mantém e aumenta conforme o mercado;


* PCS: Mantém a forma que já esta no ACT;


* Previdência Privada: Mantém o que já esta no ACT.

  Categorias: