Consumo de energia aumenta 7,5% em junho em SP

20 julho 14:38 2010

Gás canalizado apresentou acréscimo de 23,8% no mesmo período, segundo Secretaria de Saneamento e Energia do estado


O consumo de energia elétrica e gás natural em São Paulo aumentou em junho, em relação ao do mesmo mês de 2009, de acordo com a Secretaria de Saneamento e Energia do estado. A distribuição de energia elétrica atingiu, no mês passado, o volume total de 10.245 GWh, acréscimo de 7,5% em comparação com o de junho de 2009. Já o gás canalizado teve crescimento de 23,8%, num montante de 468.101 mil m³ em junho deste ano. No primeiro semestre do ano, o consumo de energia elétrica aumentou 6,9% diante do mesmo período de 2009.


Na indústria, responsável por 44,6% do mercado paulista de energia elétrica, o consumo no mês foi de 4.571 GWh, um aumento de 10,5% em relação ao do mesmo mês do ano passado. Em maio, o aumento tinha sido de 10,7%. No primeiro semestre deste ano, o consumo de energia pela indústria foi 9,6% acima de igual período do ano passado. A classe residencial teve um acréscimo de consumo de 5,2%, atingindo 2.796 GWh, e o setor comercial consumiu 1.784 GWh, aumento de 6,3% diante do consumo do mesmo mês de 2009. Os demais setores consumiram em junho 1.094 GWh, o que representa um aumento de 3,5%.


No mercado de gás canalizado, a expansão do consumo foi maior do que da energia, de 23,8% em junho (468,101 milhões de m³) em relação ao mesmo mês do ano passado. A recuperação no consumo de gás canalizado no estado, segundo a secretaria, mantém-se desde o último trimestre de 2009. Em junho, cinco segmentos apresentaram alta – industrial, residencial, comercial, automotivo e termogeração – e apenas o de cogeração caiu 0,9%.


Como em abril e maio, a maior alta foi da termogeração, responsável por 2,2% do mercado em junho, que consumiu 10,356 milhões de m³, ante 1,545 milhão de m³ no mesmo mês de 2009. O setor industrial consumiu 376,689 milhões de m³, o que representa uma alta de 24,2% diante do consumo do mesmo mês do ano anterior. O residencial consumiu 15,484 milhões de m³, aumento de 27,9%. Já o setor comercial teve um crescimento de 9,429 milhões de m³, alta de 19,4% em relação ao mesmo mês de 2009.

  Categorias: