Proposta de PPR do Grupo Rede é rejeitada

13 agosto 17:50 2010

Sinergia CUT participou de reunião na última terça (11) em Presidente Prudente


Na ultima terça (10), o Sinergia CUT participou de reunião, em Presidente Prudente,  com representantes do Grupo Rede sobre PPR para as empresas da região Sul-Sudeste. O Sindicato também tinha a intenção de negociar política emprego e ação sobre periculosidade, mas a empresa apresentou proposta somente para a PPR de R$ 1.462,50 como parte fixa (75%) e mais 25% proporcional ao salário.  Representantes da empresa  informaram que a folha prevista seria de R$ 1.950.000.


O Sinergia CUT e demais entidades presentes rejeitaram a proposta por  considerar  que grande parte dos trabalhadores sairão prejudicados. Como contraproposta sugeriram que a folha fosse no valor de R$ 3.100.000 para ser distribuída aos trabalhadores  em uma PLR de R$ de R$ 3.000 como parte fixa e a parte variável de 25% proporcional ao salário.


A empresa ficou de estudar uma proposta alternativa e agendou nova reunião para o dia 31 de agosto em Curitiba.

  Categorias: