Ganho real do trabalhador é principal motivo para aumento de empregos, diz Lupi

16 setembro 18:36 2010

O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, atribuiu hoje (16) a alta na geração de empregos com carteira assinada em agosto a políticas macroeconômicas que estão dando certo no Brasil.


“O Banco Central está segurando as taxas de juros, o que é importante para a economia crescer, o empresariado nacional está investindo no Brasil, e principalmente há o ganho real do salário. Está provado que salário não gera inflação, distribui riqueza. O ganho real do salário do trabalhador é o principal motivo para o crescimento da geração de empregos”, afirmou.


Em agosto, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foram gerados 299.415 empregos. O resultado supera em 0,86% o de julho, quando foram registrados 181 mil novos empregos. No mês passado, o número de admitidos chegou a 1,74 milhão e o de demitidos, a 1,44 milhão.


Lupi disse ainda que espera para os próximos meses recordes na geração de empregos. “Acredito que nós vamos ter setembro, outubro e novembro fortes na geração de empregos com saldos recordes.”
A meta para o ano é que sejam criados 2,5 milhões de postos de trabalho. (Roberta Lopes)
 


 

  Categorias: