Grupo Rede Energia apresenta proposta final de PPR

20 setembro 10:56 2010

Sindicato realiza assembleias deliberativas até esta sexta (24). Participe!


O Sinergia CUT esgotou as negociações sobre a PPR com o Grupo Rede Energia. Após muita pressão dos dirigentes negociadores, a empresa reduziu o percentual proporcional ao salário de 20% para 15%.  Essa conquista no processo de negociação ocorreu no dia 16 passado, quando o Sinergia CUT procurou a direção do Grupo Rede Energia para tentar melhorar a proposta apresentada no final de agosto. Ficou mantido, no entanto, o valor de R$ 2.250, sendo 85% da PPR distribuída igual a todos os trabalhadores.


“O Sinergia CUT considerou a proposta satisfatória, pois agregou 25% de reajuste referente o ano anterior, quase cinco vezes mais o valor da inflação do período. Além disso, ao alterar a forma de distribuição coloca um pouco mais de grana no bolso dos trabalhadores que recebem salários menores. Também conseguimos impedir que a empresa implementasse uma política de PPR totalmente proporcional ao salário”, analisa a direção do Sindicato.


A direção do Sinergia CUT encaminha a proposta para aprovação em assembléia deliberativas que devem ocorrer até esta sexta (24). Participe!

  Categorias: