Serra pediu ”segredo de Justiça” para censura à Revista do Brasil

19 outubro 14:24 2010

Um dos aspectos mais curiosos do pedido do PSDB de censura à Revista do Brasil, segundo a nota do site do TSE de segunda-feira (18), foi o pedido de sigilo de Justiça. Ou seja, os tucanos tiveram medo (de que a opinião pública soubesse de sua tentativa de atentar contra a liberdade de imprensa), mas não tiveram vergonha (de recorrer ao Judiciário para se valer de tal expediente).


A Editora Gráfica Atitude, responsável pela Revista do Brasil, é uma empresa privada. Sua receita vem da prestação serviços de comunicação da plataforma Rede Brasil Atual, que inclui venda em bancas, assinaturas e anúncios de empresas públicas e privadas. A publicação costuma também abrir espaços para publicidades de utilidade pública, de interesse de seu público, os trabalhadores e suas famílias.


A forma de distribuição da Revista aos associados dos sindicatos (cerca de 60) se dá pela aquisição de cotas de exemplares da publicação, cujo volume fica a critério de cada entidade. Nem a editora nem a Revista são ‘da CUT’. Por se tratar de projeto surgido com o objetivo de prestar um serviço de informação aos trabalhadores e suas famílias, está aberta à participação de qualquer entidade sindical.


 

  Categorias: