Falha em supervisão causa mais uma morte no Setor Elétrico Paulista.

21 outubro 12:42 2010

Mais uma vez a CPFL falha na supervisão de suas atividades no SEP (Sistema Elétrico de Potência) Em menos de quatro meses, dois acidentes fatais foram registrados na empreiteira Renascer, terceirizada da CPFL, o último aconteceu na desta vez na cidade de Ibirá (SP), no dia 16 de outubro. A vítima foi o eletricista Valdir Espedito Carolino, 44,  15 anos de profissão. O primeiro acidente aconteceu em junho, em Vinhedo (SP).


Segundo informações de testemunhas, o trabalhador subiu num poste para calafetar um buraco deixado por um enxame de abelhas e levou um choque ao tocar na rede e caiu da escada e não resistiu aos ferimentos.


Ainda de acordo com informações fornecidas por outros trabalhadores que estavam com o eletricista no momento do acidente, estranhamente, Carolino que tinha 15 anos de experiência, não aguardou o desligamento da rede e não estava com o cinto guarda corpo conectado ao poste e nem com uniforme especial para serviços com animais peçonhentos.


Para a direção do Sinergia CUT, o acidente mostrou que há negligência na capacitação dos trabalhadores das empreiteiras, tanto pela contratante, quanto pela contratada, além da negligência na elaboração, supervisão e execução das atividades.


Vale ressaltar que, pela NR-10 (Normal Regulamentadora no. 10), quaisquer serviços executados ao Sistema Elétrico de Potência (SEP), deverá ser executado por profissional capacitado, em duplas e com supervisão, bem como, precedida a Análise Preliminar de Risco (APR). “Por conta dos relatos, fica difícil entender como ainda acontecem acidentes dessa natureza. Fica claro a questão da negligência”, finaliza a direção do Sinergia CUT.


Relembrando


No dia sete de junho, um acidente nos mesmos moldes do que aconteceu em Ibirá, vitimou o eletricista Lenor Roque Ribas, 24, trabalhador da mesma empreiteira à serviço da CPFL, a  Renascer, em Vinhedo (SP). Ribas iria executar um trabalho num poste no bairro Mirante das Estrelas, e ao subir na estrutura do poste, o mesmo estava energizado, recebeu e descarga elétrica  e morreu em seguida.

  Categorias: