AES Tietê demite sete trabalhadores

19 novembro 14:40 2010

A menos de dois meses da assinatura do ACT a AES Tietê demitiu, sem justa causa, sete trabalhadores na última quinta feira (17), alegando, para alguns deles, que o processo faz parte da  reestruturação da empresa. No total,  já são 12 trabalhadores demitidos nos últimos 15 meses.


Para coroar ainda mais a precarização das condições de trabalho existentes na empresa  e o péssimo clima, a AES Tietê vêm fazendo com que trabalhadores tenham dupla função, problema que já foi tratado pelo Sinergia CUT diversas vezes e está sem solução até o momento.


A direção do Sinergia CUT ressalta que qualquer processo de reestruturação deverá ser negociado com o Sindicato, o que não foi feito pela empresa.


O Sinergia CUT já enviou carta para a AES Tietê, repudiando a ação e solicitando esclarecimentos sobre as demissões. Nos próximos dias, a direção do Sindicato vai se reunir com os trabalhadores demitidos para definir a ação na Justiça pelo descumprimento de ACT, que determina que demissões devem ser negociadas com o Sindicato.


O Sindicato fará ainda denúncia no Ministério do Trabalho e Emprego sobre a ilegalidade das demissões.

  Categorias: