“Não existe déficit na Previdência”

02 dezembro 15:09 2010

O presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita (ANFIP), Jorge Cezar Costa, condenou o “silêncio” da mídia a respeito das declarações do ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, de que “não há rombo ou déficit: o setor urbano acumula superávit e o setor rural é subsidiado pelo Tesouro”.


“Por que se insiste em falar de déficit, se o próprio ministro da Previdência, com base nos números da arrecadação, comprova que ele não existe?”, questionou o presidente da Anfip, ironizando o fato de alguns “analistas” desconhecerem que cabe à toda sociedade subsidiar o sistema de seguridade social, que é universal. Afinal, ressaltou, “seria um absurdo querer que essa parcela ínfima da sociedade (os segurados do INSS) sustente, sozinha, as contas de um sistema que beneficia toda a sociedade”.


Conforme Jorge Cezar, o objetivo dos que ocultam a verdade sobre a Previdência, é enfraquecer o sistema previdenciário público, “que está muito bem financeiramente”, conforme o comprovam nos últimos anos todos os estudos da ANFIP. Um levantamento, frisou, “rigorosamente técnico, baseado em informações precisas em relação aos números do sistema previdenciário”.


O estudo da ANFIP demonstra ainda que, na grande maioria dos municípios brasileiros, a soma dos benefícios previdenciários supera a arrecadação do FPM – Fundo de Participação dos Municípios. “A economia dessas localidades é sustentada pelos aposentados do regime geral de Previdência, que têm crédito no comércio e garantem a sobrevivência dessas pequenas cidades”, frisou. (Leonardo Severo)

  Categorias: