CUT/SP realiza oficina sobre normas e regras do Ministério do Trabalho

CUT/SP realiza oficina sobre normas e regras do Ministério do Trabalho
18 fevereiro 17:28 2011 Imprensa CUT/SP

A CUT/SP realizou nos dias 16 e 17 de fevereiro de 2010, no Hotel Braston em São Paulo, Oficina Regional para capacitar os dirigentes, assessores, e formadores sobre as novas normas e procedimentos adotados pelo Ministério do Trabalho em várias áreas da atuação sindical como: registro, eleições, organização, sistema mediador e homolognet.
 
Parceria entre as Secretarias de Organização, Formação, Relações do Trabalho e Escola São Paulo da CUT/SP com as Secretarias de Política Sindical e Organização, Relações do Trabalho e de Formação da CUT Nacional, a Oficina Regional contou com a participação das 17 Subsedes da CUT/SP, vários sindicatos dos diversos ramos da central, federações e confederações de trabalhadores.
 

Segundo o Diretor da Secretaria de Organização Sindical da CUT/SP, Marcelo Fiore, a oficina serviu para preparar a atuação dos dirigentes sindicais dos ramos da CUT/SP, assessores e dos trabalhadores das Subsedes para o próximo período. “O encontro foi de extrema importância, pois, muitos funcionários e até mesmo dirigentes desconhecem as regras e portarias do Ministério que são essenciais para a manutenção das entidades sindicais”.
 
No dia 16, na parte da manhã, os sindicalistas conheceram o funcionamento do sistema de cadastro sindical junto ao MTE – Ministério do Trabalho e Emprego. À tarde os sindicalistas conheceram o sistema eletrônico mediador criado em 2007 para melhorar a consulta e a troca de informações entre o Ministério e as entidades sindicais, que possibilita, por exemplo, a consulta acordos e convenção coletiva. O último tema do dia tratou do sistema de homologações pela internet – o homolognet. O sistema permite ao trabalhador, o sindicato e o Ministério acompanhar o processo de homologação feito pelos empregadores.

No dia 17, último dia da Oficina, os debates foram sobre a construção dos processos de eleição sindical, a organização da CUT e os desafios da ação sindical da cutista no próximo período.

  Categorias: