Sinergia CUT particpa de manifesto “Campinas contra privatização”

28 fevereiro 23:45 2011

Na próxima quarta feira, dia 02 de março, o Sinergia CUT participa do manifesto “Campinas contra a privatização da saúde, educação, cultura, esporte e lazer que acontece no Paço Municipal a partir das 14h.

O Manifesto é para lutar contra a aprovação do projeto de lei 29/11, de autoria do executivo que  repassa às  Organizações Sociais (OS) a responsabilidade da gestão dos serviços públicos nas áreas de saúde, educação, cultura, esporte e lazer.
Em carta distribuída à população é feito um pedido ao prefeito de Campinas Helio e Oliveira Santos que não se entregue esses setores a iniciativa privada evitando a precarização e o sucateamento dos serviços públicos. Sem contar a abertura de precedentes para desvios de dinheiro público.

Segundo o manifesto, o argumento do Prefeito é que a folha de pagamento está no limite da lei de responsabilidade fiscal, onde o limite é de 51%, mas o gasto com folha de pagamento é de apenas 43%. A grande preocupação são os inúmeros danos que poderão ser causados ao serviço público pelo modelo privatista das OS, como por exemplo, as péssimas condições de saúde e outros serviços onde o projeto já foi implantado.

Além do Sinergia CUT diversas associações e Sindicatos apoiaram o manifesto que acontecerá nesta quarta. Entre elas estão: CUT (Sub-sede Campinas), Identidade, DCE Unicamp, Apecamp, Sindicato dos Metalurgicos, Químicos e Sindae entre outros.
Há um abaixo assinado virtual onde toda população pode colaborar na página www.peticaopublica.com.br e também um blog campinascontraprivatizacao.blogspot.com

  Categorias: