PLR 2010 AES Tietê: grana cai na conta em março

PLR 2010 AES Tietê: grana cai na conta em março
03 março 14:43 2011 Débora Piloni

Valor total da PLR pode chegar a R$ 8.228. Na data do pagamento serão descontados os R$ 2.750, pagos no ano passado como antecipação

Depois de muita insistência por parte do Sinergia CUT desde maio de 2010 e, passadas mais de seis rodadas de negociações, a AES Tietê apresentou no último dia 25 de fevereiro a apuração das metas da PLR 2010 e o valor base. O pagamento será feito neste mês de março.

Para os trabalhadores de Água Vermelha, Promissão, Barra Bonita e Limoeiro, o valor total da PLR é de R$ 8.228, 97. Para os de Ibitinga a PLR 2010 chegou a R$ 8.094,07 e para o pessoal da sede da empresa em São Paulo (COG/Compras/Eng), o montante é de R$ 7.364,92. Os trabalhadores das usinas de Caconde, Euclides da Cunha e Nova Avanhandava terão uma PLR de R$ 6 mil.

Desses valores serão descontados os R$ 2.750 pagos no ano passado como antecipação.

Problema com a meta DUG

Vale lembrar que, em reunião ocorrida em novembro do ano passado entre comissão de acompanhamento, Sindicato e empresa, foram detectados níveis ruins da meta Disponibilidade de Unidade Geradora (DUG) nas usinas de Caconde, Euclides da Cunha, Barra Bonita e Nova Avanhandava.

Em nova reunião ocorrida em dezembro, houve piora dos números da DUG naquelas usinas, prejudicando inclusive a meta de disponibilidade geral da empresa. Na ocasião o Sindicato solicitou os expurgos nos eventos dessas localidades, uma vez que a responsabilidade do aumento da indisponibilidade não é dos trabalhadores.

No último dia 28 de fevereiro a empresa informou ao Sindicato que realizou os expurgos possíveis, sendo que nessa reavaliação, Barra Bonita teve seus índices melhorados. A AES Tietê, então, apresentou um valor base de PLR: nas localidades impactadas, o montante seria de R$ 5.776 e, para os demais locais, os valores variariam entre R$ 7.364,92 e R$ 8.228,97.

Depois de grande insistência para que a AES Tietê ampliasse os expurgos das três usinas impactadas, ficou acordado que Caconde, Euclides da Cunha e Nova Avanhandava terão uma PLR de R$ 6.000.

Bom ressaltar que os R$ 500 que foram pagos junto com a antecipação não serão descontados em março.

  Categorias: