Sinergia CUT na luta pela volta da Aposentadoria Especial

14 março 09:45 2011 Débora Piloni

O Sinergia CUT participa nesta segunda (14) de mais uma reunião no Ministério da Previdência, em Brasília

O Sinergia CUT participa nesta segunda (14) de reunião no Ministério da Previdência, em Brasília, com o objetivo de dar continuidade a elaboração de uma proposta que recupere o direito à Aposentadoria Especial aos trabalhadores eletricitários.

Vale lembrar que, por duas ocasiões no último mês de fevereiro, dirigentes do Sindicato estiveram com o secretário Executivo do Ministério da Previdência, Carlos Eduardo Gabas, para tratar sobre o assunto.

Essa luta vem sendo travada ao longo dos últimos anos, já que esse direito foi retirado de maneira arbitrária em 1995 através da Lei 9.032/95, pelo governo privatista de Fernando Henrique Cardoso.

E de 1995 para cá foram realizadas diversas reuniões entre trabalhadores, governo e empresários, com o intuito de se chegar a um acordo, o que não aconteceu por uma série de obstáculos colocados pelo empresariado junto a alguns setores do Ministério da Previdência.

Com a sanção da Lei 11.934/09 – que estabelece limites à exposição humana a campos elétricos, magnéticos e eletromagnéticos – foi dado embasamento técnico para a aposentadoria especial.

Já no ano passado (2010) criou-se uma expectativa de que o direito à aposentadoria especial fosse retomado via decreto presidencial. No entanto, devido ao clima político da disputa presidencial e à eleição nos estados, a luta não pôde avançar.

Durante o Governo Lula, o tema foi colocado no centro das discussões pela CUT, em reuniões com os Ministérios do Trabalho e Emprego e Previdência. No entanto, pelo cenário apresentado á época, não foi possível avançar no projeto dos trabalhadores em virtude da resistência dos empresários e da área conservadora do Congresso.

“No final do ano passado nossa intervenção foi intensificada junto aos Ministérios, com o objetivo de retomar a Aposentadoria Especial”, afirmou o presidente do Sinergia CUT Jesus Francisco Garcia.

Ele mesmo conta que, após varias reuniões, foi protocolada no último dia 01 de março, Ministério da Previdência Social, uma correspondência assinada pelas centrais sindicais, com a articulação do Sinergia/FTIUESP, ocasião em que foi agendada a reunião que ocorre nesta segunda. Fique ligado.

  Categorias: