Sinergia CUT realiza ato protesto na CPFL Bauru na manhã desta segunda (14)

Sinergia CUT realiza ato protesto na CPFL Bauru na manhã desta segunda (14)
14 março 16:45 2011 Cecília Gomes

Aproximadamente 130 trabalhadores acompanharam ação sindical

Dirigentes do Sinergia CUT convocaram na manhã desta segunda (14) os trabalhadores da CPFL
Bauru a integrar o ato protesto contra práticas antissindicais realizadas pelo gerente regional
da empresa. Na sexta passada (11), os dirigentes do Sindicato foram proibidos de realizar
assembleias informativas na CPFL em Jaú.

Desde o início do mês, os dirigentes do Sinergia CUT estão em caravana, percorrendo todos os
locais de trabalho levando informações sobre o processo eleitoral que ocorrerá nos dias 21 e
22 de março. Segundo Gentil Teixeira de Freitas, presidente do Sindicato dos Eletricitários de
Campinas e dirigente do Sinergia CUT, “a proibição de nossa entrada em Jaú configura prática
antissindical. Até esta sexta-feira (18) voltaremos lá e se formos novamente impedidos de
entrar, vamos denunciar ao Ministério Público do Trabalho”, afirma o presidente.

Durante aproximadamente duas horas, cerca de 130 trabalhadores permaneceram na frente
da sede da empresa acompanhando as falas dos dirigentes sobre diversos problemas causados
pela empresa. Entre eles, a prática de trabalhador isolado, infelizmente muito comum na
região, descumprindo a NR 10.

Além dos graves problemas enfrentados pelos trabalhadores, os dirigentes chamaram a
atenção para o descaso da empresa com os próprios consumidores. O exemplo estava logo
ali, ao lado da empresa, onde uma fila de quase 10 metros formou-se em frente a uma loja
credenciada pela CPFL para recebimento de contas.

Desde que a empresa lançou o programa CPFL Total, em setembro do ano passado, retirando
o pagamento das contas das lotéricas, os consumidores passaram a enfrentar o transtorno de
espera, pois muitos estabelecimentos não têm estrutura adequada para este tipo de atividade.

Os dirigentes também distribuíram o boletim 1070 referente à proposta feita pela CPFL para
um Programa de Aposentadoria Incentivada, divulgado prematuramente pela empresa.

  Categorias: