Medral: proposta rejeitada na segunda rodada

18 março 15:29 2011

5% de reajuste salarial e 13,34% no Vale Refeição foram considerados insuficientes

Sem aumento real e sem avanços nas demais cláusulas da pauta de reivindicação da categoria. Assim foi a segunda rodada de negociação entre Sinergia CUT e representantes da Medral,
realizada no último dia 11.

Propondo reajuste salarial de 5%, bem abaixo do ICV-Dieese (6,26%) e reajuste de 13,34% no Vale Refeição, a Medral desapontou a expectativa dos trabalhadores que incluíram na pauta a necessidade de Aumento Real sobre salários e benefícios e cláusulas sociais como por exemplo, auxílio creche, auxílio educação, entre outras.

Por esse motivo, o Sinergia CUT rejeitou a proposta e realizará assembleias informativas nos locais de trabalho. Participe!

  Categorias: