Com atraso, Rede Energia abre as negociações da CS 2011

Com atraso, Rede Energia abre as negociações da CS 2011
28 abril 11:33 2011 Débora Piloni

Unificação da data base e aumento real são algumas das prioridades

Na última segunda (25), o Sinergia CUT participou da primeira rodada de negociação com o Rede Energia, quando a empresa apresentou uma proposta de reajuste para salários e benefícios de 6,31% (INPC). O Sindicato reiterou a reivindicação de Aumento Real e reafirmou que quer discutir os demais itens da pauta.

Na ocasião, o Sinergia CUT ressaltou também a necessidade de a empresa unificar a data-base com o objetivo de tornar única a luta dos trabalhadores do Rede Energia nos seis estados do país. Bom recordar que, em 2006, com esse mesmo intuito, foi criado o Sindrede, formado por várias entidades sindicais: Sinergia CUT (Sindicato de Campinas e Sindprudente), Sinergia-MS, STEET-TO, STIU-PA e Sindelpar.

“O grupo Rede vem atuando com uma política de achatamento de benefícios e de não conceder um reajuste satisfatório devido a fragmentação das negociações. Por isso, nessa campanha salarial, vamos priorizar essa luta pela unificação da data base”, afirmou Gentil de Freitas, presidente do Sindicato dos Eletricitários de Campinas/Sinergia CUT.

Para tanto, o Sinergia CUT e as entidades sindicais Sindelpar e São Paulo, enviarão carta para a Rede Energia para oficializar a reivindicação de unificar a data-base das empresas, estendendo de abril para novembro. As próximas rodadas foram agendadas para os dias 17 e 25 de maio próximo.
 
Na próxima reunião, inclusive, deverá ocorrer a discussão referente à PLR 2011. Fique ligado!

  Categorias: