Barra Projetos: segunda rodada tem proposta rejeitada

06 junho 11:38 2011 Débora Piloni

Reajuste de 5%. E nada mais. Essa foi a proposta apresentada pela Barra Projetos ao Sinergia CUT na segunda rodada de negociação, ocorrida na sexta-feira (03). Por não atingir a inflação do período e sequer discutir outros itens da pauta de reivindicações, a proposta foi rejeitada na mesa pelo Sindicato.

O argumento da empresa para tal proposta é que a Barra passa por  dificuldades na prestação de serviço para a empresa CPFL Serviços, atual contratante, inclusive com atraso nos pagamentos.

O Sinergia CUT cobrou avanços na próxima mesa de negociação, e apresentou os números já conquistados com outras empresas, além do cenário de mobilização daquelas que insistem em travar ou segurar o processo negocial.
 
A Barra se comprometeu a apresentar uma nova proposta na próxima rodada de negociação que ainda será agendada. Caso não haja avanço, o Sinergia CUT realizará assembleias com os trabalhadores para definir um plano de luta.

  Categorias: