ELEKTRO: ainda não foi dessa vez!

ELEKTRO: ainda não foi dessa vez!
20 junho 12:12 2011 Débora Piloni

Na sétima rodada, proposta avança pouco, mas ainda não atende as reivindicações dos trabalhadores. Nova rodada no dia 27 

Já na sétima rodada de negociação entre a Elektro, Sinergia CUT e demais sindicatos, não foi possível chegar a um consenso quanto à proposta de ACT. A reunião aconteceu na manhã desta segunda (20).

Depois de muita discussão, intervalos e duas propostas rejeitadas (reajustes de 6,15% e depois de 6,8%), a empresa propôs reajuste salarial e de benefícios em 7,2% sendo que para o VA/VR, o percentual seria de 8%. Continuou insistindo na mudança na redação das cláusulas 28ª e 29ª (que tratam sobre gerenciamento de pessoal) e na retirada dos Coordenadores e Supervisores da abrangência do ACT.

Apesar do avanço nos itens econômicos (a rodada anterior chegou a 5,5% de reajuste), essa última proposta apresentada pela empresa também foi rejeitada, já que não traduz o anseio dos trabalhadores. As principais reivindicações, conforme a Pauta, são reposição salarial pelo Dieese (7,21%) mais aumento real pelo PIB do ano anterior (7,5%) e melhorias nas condições de trabalho.

Vale ressaltar que os demais sindicatos manifestaram concordância na alteração da redação das cláusulas 28ª e 29ª e na retirada dos Coordenadores/Supervisores da abrangência do ACT se prorrogado o acordo até 2015.

O Sinergia CUT, no entanto, não concorda com a alteração nas cláusulas 28ª e 29ª e só  aceita discutir a questão dos Coordenadores/Supervisores desde que não tenham redução ou prejuízo nos salários e benefícios e que seja válida para os novos trabalhadores que foram promovidos, desde que prorrogado o ACT até 2015.

Quanto à PLR Especial de Venda e PLR 2011, a empresa não apresentou nova proposta.

 A oitava rodada está marcada para a próxima segunda (27), às 11h. Fique ligado! A gente quer mais!

  Categorias: